Saltar para o conteúdo principal da página

Rede de escolas contra a corrupção

ACORDO DE ADESÃO

A corrupção ameaça a democracia, a estabilidade e a confiança dos cidadãos no Estado, nas instituições e nas empresas. Preocupado em estimular na sociedade uma cultura de integridade e de resistência à corrupção, o Conselho de Prevenção da Corrupção (CPC) lançou a Rede de Escolas Contra a Corrupção (REcC).

A Rede de Escolas Contra a Corrupção (REcC) é uma comunidade que agrega e apoia escolas dos diversos níveis de ensino empenhadas em promover a integridade e em fortalecer os princípios éticos nas práticas quotidianas, prevenindo atos ilícitos de fraude ou de corrupção nas suas comunidades educativas.

Pelo presente acordo os membros comprometem-se a:

  • Desenvolver uma estratégia de ação ajustada às suas características, especificidades e interesses, que promova a integridade, fortaleça os princípios éticos e previna a fraude e a corrupção;

  • Participar em propostas e iniciativas do CPC como, por exemplo, a comemoração do Dia Internacional contra a Corrupção;

  • Envolver setores da comunidade escolar e outros parceiros em atividades ou eventos relacionados com as temáticas em causa.

Cada membro deverá criar um site, um blogue ou um canal no Youtube, dedicado exclusivamente à Rede de Escolas Contra a Corrupção, onde publicará as evidências relativas às iniciativas e às diferentes intervenções realizadas pelas escolas neste âmbito.

A divulgação das atividades e iniciativas desenvolvidas devem traduzir-se em evidências publicadas no recurso escolhido (site/ blogue/ canal no Youtube), que deverá estar acessível online.

As publicações neste espaço online poderão ocorrer, em cada ano letivo, entre novembro e a penúltima semana de maio.

Ao longo do ano, estas publicações serão acompanhadas pelo CPC, que deverá ter acesso privilegiado às evidências que atestam as intervenções realizadas por cada membro.

O CPC avaliará o impacto das iniciativas publicadas no âmbito do Prémio de Mérito e poderá partilhá-las nos seus canais de comunicação.

A avaliação da intervenção de cada membro tem carácter anual.